Diminuir Aumentar Imprimir

img-top-print

1º passo = Encontro (acolhida) 10 min (Cafezinho, se houver e/ou também pode ser oferecido no final da reunião).
Quebra-gelo: Escolha em seu quebra-gelo um adequado para sua célula.

2º passo = Exaltação (As músicas devem corresponder ao louvor e à adoração) 15 min.
Louvor - 1, 2 à escolha.
Adoração – à escolha.

Família: Santuário da vida, Santuário de Deus | 26 a 01/09/2019

Data: 26 a 01/09/2019
Tema:
 Família: Santuário da vida, Santuário de Deus
Salmo: 127

Leitura: Mt 2,13-23

 


Neste mês de agosto você tem refletido em sua célula sobre a família. Dentre suas mais ricas faces temos dois temas de grande importância: o amor e o perdão em família. Além disso, ter participado da Semana da Família em nossa paróquia propicia a você e sua família momentos ricos que certamente os ajudarão muito.

 

Sua família veio de Deus, da Trindade Santa. O apóstolo Paulo eleva a família à categoria da Igreja de Cristo (Ef 5,25), tal é a magnitude dela. E a nossa Igreja “instituída por Cristo” reitera esta magnitude da família em pronunciamentos solenes. Na constituição dogmática Lumen Gentiun: “na família nascem os novos cidadãos...que pela graça do Espírito Santo se tornam filhos de Deus pelo batismo para que o povo de Deus se perpetue no decurso dos tempos, é a “Igreja doméstica” (LG-11). São João Paulo II em sua belíssima Exortação Apostólica sobre a missão da família no mundo de hoje “Familiaris Consórtio”: “uma revelação e atuação específica da comunhão eclesial é constituída pela família cristã que também, por isto, pode e deve chamar ´Igreja doméstica´” (FC-21). Também em sua carta às famílias,em 1994, chama a família de “Santuário da vida” (CF-11), reafirmada pelo Papa Francisco em 18 de junho de 2018. O Catecismo da Igreja faz a profunda relação da família com a Santíssima Trindade:“a família cristã é uma comunhão de pessoas, vestígio e imagem da comunhão do Pai, do Filho e do Espírito Santo, Sua atividade procriadora e educadora é o reflexo da obra criadora do Pai” (CIC-2205).

 

Por esta rica e total dedicação da igreja à família e a própria denominação a ela atribuída de Igreja doméstica, santuário de Deus, santuário da vida, você pode imaginar a grave importância da família no plano de Deus. Sendo a família uma “Igreja doméstica” pelo vínculo do sacramento do matrimônio, nela tudo também comunica a graça de Deus ou passa a ser um “lugar teológico” (onde Deus se manifesta). Dentro daquele “templo”, que pode ser uma casa simples ou um palácio, um pequeno ou grande apartamento, tudo pode se fazer um paralelo ao que acontece na “Igreja templo”. Como a sacristã que prepara o altar, assim é o ato de preparar a mesa para a refeição. Fazer essa refeição com sua família também se torna um ato sagrado, afinal Cristo instituiu a Eucaristia em uma mesa de jantar. O leito conjugal é sagrado; educar os filhos; programar as compras; fazer projetos para a sua casa... todos serão uma tarefa conjunta, em comum, “trinitária”. Vamos viajar?Podemos trocar de carro? Podemos ter mais um filho? Como podemos resolver isto? Não nos esqueçamos de que fomos criados à imagem e semelhança da Trindade que, ao nos criar, disse: “Façamos”. 

 

Como família, devemos nos esforçar também para agirmos “trinitariamente”. Disto se segue ainda que, durante o tempo em que você estiver em sua Igreja doméstica, tudo também passa a ser um “sacramental”. Tudo o que você fizer pode comunicar indiretamente também a graça de Deus: uma louça lavada, uma roupa passada, um conserto ou limpeza na casa, um adorno construído. Enfim, tudo o que acontece na Igreja doméstica é sagrado, pois o matrimônio é sagrado, a família é sagrada.

 

Ao compreendermos o plano e a atenção de Deus para a família, a atenção da Igreja e até mesmo do Estado (que constitucionalmente tem o dever de protegê-la) e especialmente seu caráter sagrado, sua origem divina, compreendemos também a razão dos constantes ataques que a família vem sofrendo nos últimos anos. Antes velado, agora escancaradamente público, a tal ponto de tentarem mudar a sua própria identidade, ou seja, tentarem mudar aquilo que Deus criou. O inimigo de Deus, o maligno, aquele que veio para matar e destruir (Jo 10,9) certamente está por trás de toda esta armação.

 

Encerramos esta reflexão com as palavras de nosso querido Papa Francisco em sua Exortação Apostólica “A alegria do amor”, que nos presenteia com esse texto que vem bem ao encontro de nosso tema: “sempre falamos da habitação de Deus no coração da pessoa que vive na sua graça. Hoje podemos dizer também que a Trindade está presente no templo da comunhão matrimonial. Assim como habita nos louvores de seu povo (Sl 22) assim também vive intimamente no amor conjugal que lhe dá glória. A presença do Senhor habita na família real e concreta, com todos os seus sofrimentos, lutas, alegrias e propósitos diários... ´” (AL-314-315).

 

Perguntas

  1. Como você pode ajudar a fazer de sua casa uma Igreja doméstica?
  2. Como você acha que está a família brasileira?

 

 


5 º passo - Entrega (oração) – 10 min

  1. Orar uns pelos outros (após breve partilha);
  2. Orar pelas células, áreas e redes, líderes, supervisores e coordenadores;
  3. Orar por todas as pastorais e movimentos;
  4. Pelos encontros de formação de líderes;
  5. Orar pelo padre Rogerio Felix, para que tenha sabedoria, discernimento e revelação para o pastoreio da visão celular e da paróquia;
  6. Orar pelo vigário, diáconos, por toda a liderança paroquial e funcionários;
  7. Por todo trabalho de células;
  8. Orar pelas células que ainda não se multiplicaram este ano;
  9. Orar pelos aniversariantes do mês;
  10. Orar pela nossa escola de formação permanente (ECEFP)
  11. Orar pelo nosso Bispo Dom Cesar.

 

“O FUTURO DA HUMANIDADE PASSA PELA FAMÍLIA”
(São João Paulo II)

 

DEUS ABENÇOE SUA VIDA PESSOAL E PROFISSIONAL, SUA SEMANA, SUA FAMÍLIA, SUA REDE E SUA CÉLULA.