ENSINA-NOS SENHOR, A DEDICAR TEMPO
SILÊNCIO E ATENÇÃO À ESCUTA DA VOSSA PALAVRA

Semana do Socorro Profissional Banner site copy copy

Saiba Mais

Mensagem do Dia - 21/07/2018

Filho, observe o que faz do seu tempo, de sua vida, e impregne seu amor, o que puderes de sua conduta, para não desperdiçar qualquer momento sem adorar ao Deus verdadeiro, que nos ama sem impor condições. Tenha um fim de semana para amar sua família!

Diácono Rubens: 94 anos de servidão a Deus

Com 94 anos de idade e 68 anos de vida matrimonial, o diácono Rubens Dantas fala da dádiva da longevidade e conta um pouco sobre o chamado que recebeu para servir a Deus

Sr Rubens 02 site

Seu Rubens, como foi o chamado de Deus para que o senhor se tornasse diácono?
Eu pertencia à paróquia São Benedito, na arquidiocese de Botucatu, e um dia o então arcebispo Dom Vicente Zioni me telefonou e pediu que eu fosse até a sala dele. Lá, ele olhou bem firme para mim, sorriu e perguntou: “Você quer ser diácono da Santa Igreja”? Eu fiquei perplexo, e ele me disse para pensar e voltar com a resposta depois de uma semana.

E como foi que o senhor reagiu?
Fui para casa e falei com minha família. Usei a mesma tática do arcebispo, disse para eles pensarem e me responderem depois de três dias. Só a minha filha mais velha, a princípio hesitou, porque ela tinha medo que eu me dedicasse só à igreja e não mais a família. Então eu expliquei que no diaconato a gente se dedica sim à igreja, mas a família vem sempre em primeiro lugar. E ela cedeu.

E como foi sua ordenação?
Depois que eu aceitei, fui fazer o curso de cinco anos. Quando eu estava no terceiro ano, por ocasião da Semana Santa, Dom Vicente me chamou e disse que eu seria ordenado. “Mas eu ainda não terminei o curso!”, disse a ele, e ele me respondeu: “Não tem problema,depois você termina”. E minha ordenação foi no dia 27 de março de 1983.

Como o senhor chegou a Paróquia Espírito Santo?
Eu fui o primeiro diácono da diocese de Botucatu. Trabalhei na paróquia São Benedito por três anos. Aí uma das minhas filhas, que é professora de inglês e português, pegou cadeira aqui em São José,logo depois eu acabei vindo morar aqui também.

Qual o segredo da perseverança no casamento? Sou casado com a Inês há 68 anos. Tenho seis filhos (cinco mulheres e um homem), treze netos e seis bisnetos. O segredo é cumprir o sacramento do matrimônio, que é a união do homem e da mulher, tornando-se uma só carne. Sempre nos amando e um olhando pelo outro.

Seu Rubens, o que é ser diácono para o senhor? 
Ser diácono é ser servidor. Servir a comunidade, se doar e acima de tudo amar! Na minha ordenação, quando eu me prostrei no chão durante a ladainha, eu me entreguei totalmente a Deus e pedi para que Ele me guiasse e eu fosse um servo fiel. Agora eu estou aqui, amo muito a minha comunidade e no tempo que me resta vou continuar fazendo o que eu prometi na ordenação com muita oração e muita alegria.

Esta matéria faz parte da edição 27 da revista PES de CRISTO, a publicação mensal da Paróquia Espírito Santo. Se não conseguir ler nessa imagem, acesse o link http://bit.ly/1FYpwM7 para abrir em PDF. Conte-nos o que achou da revista!

Encontro de Namorados e Noivos

encontro namoradosnoivos

Sistema de Células, aprendizado constante

Consulta Celular 2015 reúne liderança de comunidades e paróquias em células do Brasil inteiro

Congresso 02 site
Pioneira no Brasil no sistema de células, a Paróquia Espírito Santo é referência para todas as comunidades que querem implementar esse projeto. Cinco edições do Congresso Católicos em Células já aconteceram por aqui, reuniram pessoas do Brasil inteiro e deram bons frutos. Agora é a vez da Consulta Celular: em seu segundo ano, o evento reúne a liderança das comunidades para renovar os ânimos e refletir sobre os próximos passos a serem dados no projeto.
A Consulta Celular 2015 aconteceu nos dias 1 e 2 de maio e trouxe como ideia principal o compartilhamento de experiências, pois abriu espaço para que as comunidades e paróquias presentes estabelecessem um diálogo. Além disso, a CC contou com a presença do Pe. Djalma Lopes Siqueira – Vigário Geral da Diocese de São José dos Campos – que tratou do tema “Comunidade de comunidades” com base no documento nº 100 da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil).
Antes de tudo, é importante entender que as células não são pastorais ou movimentos, mas sim comunidades, um sistema de organização eclesial. A missão de toda célula é “ganhar pessoas para Jesus, consolidá-las na fé, torná-las discípulas e
enviá-las a serviço”. O sistema de células foi reconhecido pela Santa Sé a título de experimento em 2009 e recentemente conseguiu a certificação definitiva no Pontifício Conselho para os Leigos. No dia 05 de setembro, membros de células de
todo mundo poderão participar de uma Audiência Pública com o Papa Francisco em Roma.
“No Brasil, o sistema de células tem sido vivido de uma maneira que vai além das paróquias. Isso é característico da efervescência eclesial que nós vivemos”, diz Sandro Fatobene Peres, promotor nacional do sistema de células. Sandro afirma
que uma paróquia em células é composta por três esferas que se entrelaçam pela espiritualidade de comunhão: a grande comunidade, que celebra a eucaristia; a comunidade ministerial, aquela que serve; e, por fim, a comunidade celular, elemento diferencial que visa a convivência.
Organizar-se é preciso
A Consulta Celular 2015 também teve como objetivo formular o estatuto do sistema de células aqui no Brasil. Desde o reconhecimento definitivo do projeto, fez-se necessário arrumar a casa, organizar essa experiência que já vem dando certo há mais de oito anos em diversos lugares do país. A certificação do sistema permite o avanço das células e a propagação do projeto de maneira mais eficaz e frutuosa. “Por meio do sistema de células, nós tivemos a oportunidade de sonhar mais.
O poder da comunidade e da união nos fez ter uma visão e estabelecer um alvo, um objetivo a ser alcançado”, relata Claudio, que participa da Paróquia Nossa Senhora da Boa Viagem na cidade de Cachoeirinha/RS.
Esta matéria faz parte da edição 27 da revista PES de CRISTO, a publicação mensal da Paróquia Espírito Santo. Se não conseguir ler nessa imagem, acesse o link http://bit.ly/1FYpwM7 para abrir em PDF. Conte-nos o que achou da revista!
#paróquiaespíritosanto #revistapesdecristo

Encontro com o Papa Francisco

Peregrinação em setembro na Itália

Viagem Site

O padre Luis Fernando Soares estará em peregrinação na Itália de 01 a 07/09, com um roteiro que inclui a participação na audiência privada com o Papa Francisco no dia 05/09. Se você quer participar desse momento mais que especial que vai oficializar o sistema de células, garanta já a sua vaga. O pagamento pode ser facilitado em até 10x.

Na segunda-feira, dia 01/06, às 19h30, no Santuário de Adoração, haverá uma reunião com o padre e a agência de turismo com os interessados para tirar dúvidas. A primeira turma já foi fechada e agora estão abertas vagas para uma novo grupo. 

Gesto Concreto

A Paróquia Espírito Santo está recolhendo fraldas geriátricas como o Gesto Concreto de Corpus Christi neste ano.

Gesto Concreto Site

Você pode entregar as fraldas ao final das missas de quinta-feira, sábado e domingo, ou também na Secretaria Paroquial. Se preferir, a doação pode ser feita também em dinheiro.


Doe, colabore, ajude!

Cada casa, uma célula que cresce e se multiplica; cada membro, um discípulo e missionário de Jesus Cristo.

Missas

2ª feira
| 7h (Celeb.) | 19h30 (Missa)
3ª feira
| 7h (Celeb.) | 19h30 (Missa)
4ª feira
| 7h (Celeb. ) | 19h30 (Missa)
5ª feira
| 7h e 12h15 (Celeb.) | 19h30 (Missa)
6ª feira
| 7h (Celeb.) | 15h15 e 19h30 (Missa)
Sábado
| 19h (Igreja e CP4)
Domingo
| 7h30, 10h, 12h, 17h30 e 19h30

Confissões


Durante essa semana não teremos confissões,
pois os padres de toda diocese estarão em retiro.



Programação de 16 a 22/07/2018

 

(12) 3931-2959


Avenida Cassiopéia, 461
Jardim Satélite, São José dos Campos/SP
12230-011


 Regiao Pastoral V Banner site