Carregando...

"Ao invés de lamentar, viva a vida intensamente e não deixe o que te aflige afetar a sua vida, as dificuldades vão existir, as frustrações podem nos alcançar mas não devemos fraquejar. Pela graça de Deus levante e enfrente, a vida pode nos cobrar mas Deus é a sua força! Tenha uma quinta-feira para colocar mais emoções boas em sua vida!" -

Instalações


A Paróquia Espírito Santo está instalada no coração do Jardim Satélite, na esquina entre as Avenidas Cassiopeia e Andrômeda. Sua localização privilegiada favorece a participação de fieis do bairro, de toda região Sul, da cidade de São José dos Campos e até mesmo de todo Vale do Paraíba.

Igreja, templo principal

A Paróquia Espírito Santo possui um belo e espaçoso templo com 2.097 metros quadrados, com capacidade para 2.170 pessoas sentadas. Oferece um ambiente confortável, com cadeiras estofadas, sistema de refrigeração, iluminação especial e modernos recursos multimídia. Atualmente, 3.000 pessoas, em média, em cada uma das celebrações às quintas-feiras e nos finais de semana. 

Além do templo principal, a Paróquia possui em seu subsolo diversas salas para reuniões, secretaria, sanitários, salas de atendimento, livrarias e cafeteria. A área do estacionamento tem capacidade para 97 carros, além de banheiros adaptados, fraldário e ambulatório, onde eventualmente são montados palcos para realização de missas campais. Em nosso espaço ainda temos os centros pastorais, berçário, lanchonete, Obra Social Nossa Senhora de Fátima (com salas para atividades sociais gratuitas), restaurante com capacidade para 120 pessoas e o Auditório do Espaço Vida, com 400 cadeiras e toda estrutura necessária para realização de eventos. 

A Paróquia Espírito Santo é pioneira no país no sistema de redes celulares. Em 2004 implantou o sistema celular para aliar as atividades realizadas no templo (celebrações, reuniões, pastorais, treinamentos de líderes e captação de dízimos) às reuniões caseiras. 

Santuário de Adoração 

O Santuário de Adoração tornou-se a “menina dos olhos” da nossa comunidade. Inaugurado na solenidade de Corpus Christi no, dia 10 de junho de 2004, o local tem sido elogiado por todos por sua beleza arquitetônica e pela espiritualidade. E não é para menos, Jesus é exposto para adoração diária e contínua, num local bonito, agradável, acolhedor, e ali, de joelhos dobrados, as pessoas rezam, seja para pedir ou agradecer, e adoram o Santíssimo Sacramento. Em 23 de dezembro de 2019 foi inaugurada a revitalização de toda parte interna do Santuário, com mosaicos dourados e novos móveis para o altar.

Espaço Vida 

A Obra Social Nossa Senhora de Fátima conta agora com um novo espaço especial para palestras, formações e demais eventos: é o Auditório Vida. Construído no Espaço Vida, em anexo à Obra, o espaço conta com um ambiente de 630 metros quadrados, dos quais são 450 metros para o auditório, o qual comportará um público de 400 pessoas. Além desse grande ambiente, o Espaço Vida conta com uma sala de reunião com 60 lugares que recebeu o nome de Sala Esperança. Os dois ambientes estão equipados com produtos de qualidade, como datashow, ar-condicionado e cadeiras estofadas. Esse empreendimento é multi-uso, pois além de ser usado como auditório multimídia, ele poderá ser usado para celebrações, transmissão de missas que estiverem acontecendo na Igreja e também para encenações e outras atividades artísticas. Os dois espaços serão usados pela Paróquia Espírito Santo para os eventos da comunidade e podem ser alugados por empresas e instituições para palestras, empreendimentos e convenções.

Salão da Comunidade Nossa Senhora Aparecida

A Paróquia Espírito Santo está concentrada, em boa parte, na área do tempo principal, a Avenida Cassiopeia, 461, no Jardim Satélite. Não possui capelas, mas sim um imóvel na Rua Régulus, 120, denominado Salão da Comunidade Nossa Senhora Aparecida. Neste local são celebradas missas semanalmente, aos sábados, às 17h, e também outras atividades comunitárias. Durante muitos anos, foi chamado de Centro Pastoral 4 ou CP4.

Conheça os símbolos de nossa paróquia:

Portas central e laterais:
Na porta central temos o símbolo da Eucaristia, fração do pão. Os anjos adoradores, adoradores de Deus, nos convidam a adorá-lo também. Nas quatro portas laterais temos os símbolos dos quatro evangelhos. É pelo Evangelho, Boa Nova de Deus, que entramos na Igreja e é para anunciá-lo que saímos em missão. Homem alado, Touro alado, Águia e Leão alado (conforme Apocalipse 4,7)

Formato da Igreja:
Vista do alto, a igreja tem a forma de um leque, de um ângulo aberto. Isto quer ser sinal de nossa abertura para Deus e para os irmãos e irmãs, nos quais, concretamente, manifestamos nossa fé e caridade. Estando no coração de nosso bairro (cruzamento das principais avenidas), somos os braços de um Deus que acolhe! Deus é amor! (conforme 1 João 4,8)

Cena de Emaús:
Jesus ressuscitado ao partir o pão é reconhecido por Cleófas e o outro discípulo (Lucas 24,13ss). Este discípulo anônimo é cada um de nós. A cena é um convite a visitarmos Jesus Vivo na Capela do Santíssimo. O painel, como que de Cristal, lembra que Jesus é a nossa jóia mais rara, nosso amigo e nosso tesouro. É o Reino de Deus entre nós! (conforme Mateus 6,19-20)

Capela do Santíssimo Sacramento:
“Tendo amado os seus que estavam no mundo, até o extremo os amou” (João 13,1) é o que lemos no painel de frente para a porta de entrada. O amor chegou ao extremo de se tornar nosso pão. O pão dos anjos se tornou pão da humanidade. O vitral nos relata a Última Ceia no Cenáculo. O piso retratado no vitral é como o da igreja, assim como os vasos da capela são como os do vitral. Hoje, nosso Templo é o Novo Cenáculo. Aqui é a casa do Pão, lugar da Eucaristia.

Curiosidades:
O Sacrário é baixo para nos lembrar a humildade de nosso Mestre, para estarmos a Sua altura precisamos nos ajoelhar! Os pelicanos são retratados em torno do sacrário. Segundo uma lenda, os pelicanos tiram de sua carne para alimentar seus filhotes, assim se tornaram, desde a Igreja primitiva, símbolos da Eucaristia. O painel lembra o vento, símbolo do Espírito Santo (Atos 2,2). As três lâmpadas sobre o Sacrário recordam a Santíssima Trindade. As duas lâmpadas no painel lembram a humanidade e a divindade de Jesus.

Vitrais laterais:
Retratam os frutos dos dons, em especial, o amor, a paz, a santidade, a harmonia, a unidade e a alegria. Os dois mais próximos à Capela do Santíssimo lembram a Eucaristia, e os dois mais próximos ao coral, retratam o Sacramento do Batismo. Agradecemos aqui às pessoas e famílias que nos doaram os vitrais. Alguns colocaram o nome de pessoas que queriam homenagear. Nomes inscritos nos vitrais: Padre Rodolfo Komorek, Alécia Siqueira Xavier Luz e Família, Wagner Rodrigues de Souza e Família, Jeferson Alves Pereira da Rosa e Família, Emar Moura de Souza, Padre João Marcondes Guimarães, Madre Tereza de Jesus Eucarístico, José de Rezende, Família Fedrigo e de Paula, Dom Nelson Westrupp, Dom Eusébio Oscar Scheid, Marcos Antônio do Prado e Família, Família Pasqualetti Escames, Família Franco Pereira, Nilza Couto de Oliveira e Família, João Pires e Família, Orlando Peloia Simão e Famíla, Pedro Ligero e Família.

Vitrais frontais:
Numa linguagem estilizada se passa a ideia dos sete dons do Espírito Santo (da esquerda para a direita para quem olha do Presbitério): Fortaleza, Piedade, Entendimento, Sabedoria, Conselho, Ciência e Temor de Deus. Cada um deve buscar a interpretação da Arte.

Vitral da Sacristia:
Retrata as bodas de Caná. É um convite constante para os celebrantes e seus auxiliares: “Façam tudo o que Eles lhes disser” (João 2,5). A Mãe do Sumo e Eterno Sacerdote, mãe de todos os Sacerdotes e de um povo sacerdotal, acompanha-nos desde a preparação de cada Liturgia.

Altar Painel do Altar-Mor:
Cena do Calvário, segundo o Evangelho de João (João 19,25-27). Do coração aberto de Cristo brotam a Igreja e os Sacramentos. A Mãe de Jesus, junto à Cruz, com serenidade, permanece em pé, um sinal para todos nós na hora da angústia. Sobre a cena, de um círculo vem a luz, da qual advém o Espírito Santo em forma de pomba estilizada. No Calvário a Trindade se encontra. A luz do Pai está lá, o Espírito de Deus que enviou Jesus à Missão O acompanha até o fim (conforme Lucas 4,18ss). As pedras, ao fundo, indicam que nós somos a construção de Deus no mundo. A Igreja Viva é a maior construção! (conforme 1 Corintios 3,9).

Via-Sacra:
Na Via-Sacra, em pedra sabão como as demais esculturas, chama-nos a atenção a face e as mãos de Cristo. Na 15a estação temos o Ressuscitado sorrindo, é o mesmo rosto e expressão da cena de Emaús em frente a capela.

Altar:
Tem a forma de um cálice e é feito com duas pedras de granito.

Floreira e candelabro junto ao Altar:
Evocam os sete dons do Espírito Santo (sete bolas de pedras em cada “haste”).

Mesa da Palavra:
Um Anjo forma com suas asas uma Harpa, de onde ecoa, como uma música, a Palavra de Deus para a Comunidade. Como o Altar, a Mesa da Palavra é também de granito. A Mesa da Palavra tem a mesma dignidade do Altar.

Anjos e feras na parte externa:
Os Anjos lembram a presença de Deus no mundo. Muitas vezes, nas Sagradas Escrituras, as Teofanias (manifestações de Deus) se dão através dos anjos. Eles são sinais de um Deus que cuida de nós, por isso levam o globo terrestre em suas mãos. Eles pisam sobre a cabeça de uma fera. Da boca da fera saem as águas das chuvas. Isto indica o bem vencendo o mal. “Em Cristo, somos mais que vencedores”. A água que sai da boca da fera indica a saída de toda e qualquer impureza. A Igreja é a Esposa Imaculada do Cordeiro (Apocalipse 19,7). Agradecemos aqui às pessoas e famílias que nos doaram os anjos: Fátima Balbino, Flávio Franco Pereira, Jéferson Franco Pereira, Alair Maria Rabello, Luiz Pinto da Cunha, Herique Bráulio de Melo Sobrinho, Maria Arlete de Melo Cunha, Bernadete e José Francisco Oliveira, Ana Maira Jordan Rojas, Paulo Rodrigues, Cláudia Monteiro de Góes, Therezinha Rosa de Oliveira.

Torre e Sinos:
A torre mede aproximadamente 39,5m. E leva um campanário com cinco sinos. Ela simboliza a Majestade de Deus. A Ele o poder, a honra e a glória pelos séculos sem fim. (Apocalipse 7,9) No coração de nosso bairro Deus está presente! Oxalá esteja no coração de nossos lares e em cada pessoa! No Centro da Torre temos a Cruz, escândalo para os que não têm fé e glória para nós (conforme 1 Corintios 1,23). No Mistério Pascal, que se dá pela Cruz, temos a centralidade de nossa fé.

Ainda sobre os sinos
O sino central traz o nome daqueles que partiram para a Pátria Definitiva, a Jerusalém Celeste, e muito deram de si para a Paróquia: Padre Luiz Albino Bertolotti, Diácono José Arantes, Maria de Lourdes da Silva Kfouri, Antônio, Luzia e José de Rezende, Júlio Salustiano, Izalino e Rosalina de Paula Andrade, Maria Geralda Balbino, Emar Moura Souza, Luiza da Conceição Arantes, Neuza e Roberto Tavares, Henrique Dejavid, Benedita Augusta Fantini Costa, Marcílio da Silva, Mercedes Augusta Lázaro, Ana Carnelli Dantas e José Dantas, Maria Eugênia de Jesus, Irineu Matias da Rosa. E tantos outros.

Nos quatro sinos temos as quatro Comissões, segundo as exigências do Evangelho:
Comissão do Anúncio Missionário;
Comissão para o Diálogo Ecumênico Inter-Religioso;
Comissão para o Serviço e Ação Social;
Comissão para a Formação e Animação da vida comunitária.

Acrotérios
Lembra uma Mitra (chapéu do Bispo). Os Bispos são sucessores dos Apóstolos. Nossa Igreja é Apostólica e segue em íntima união e fidelidade ao Sumo Pontífice, o Sucessor de Pedro, chefe dos Apóstolos. (João 21,15ss).

Obs.: Outros detalhes que não constam aqui, tais como formas geométricas, peças de madeira etc, são recursos de decoração para auxiliar a acústica e a iluminação, ou mesmo a simetria do templo.

Calendário

  • 02

    07

    19:30 até 21:00
    (CANCELADO) Missa com Orações de Cura e Libertação
    Igreja Ver detalhes
  • 02

    07

    19:30 até 21:30
    (CANCELADO) Rede Infantil
    Salas do Subsolo Ver detalhes
  • 03

    07

    07:40 até 08:00
    (CANCELADO) Liturgia das Horas
    Santuário de Adoração Ver detalhes
Ver Mais

Colaboradores da evangelização pela comunicação